DIA EUROPEU DA INTERNET SEGURA

No dia 5 de fevereiro de 2013 comemora-se o Dia Europeu da Internet Segura. Este ano o lema está especialmente dirigido para os jovens e intitula-se:

“Liga-te…mas com respeitinho!”

Os jovens passam cada vez mais tempo em atividades que requerem a utilização de tecnologias da informação e comunicação (TIC), quer como recurso para realizar tarefas escolares, quer como meio de ocupação dos tempos livres.

A importância destes meios e as suas potencialidades pedagógicas são hoje reconhecidas e aceites.

No entanto, como em tantas outras situações, a sua utilização requer alguma preparação e cuidados para que não se corram riscos desnecessários. Assim, as crianças aprendem, desde muito cedo, a não atravessar a rua fora das passadeiras e a colocar o cinto de segurança quando andam de carro.

De igual forma, devem ter consciência de que nem tudo o que encontram na Internet tem a mesma importância e veracidade, de que nem todos os conteúdos são adequados a todas as idades e de que nem todas as relações têm o mesmo grau de fiabilidade. Só assim poderão utilizar estas ferramentas de forma crítica e segura, decidindo a cada momento os seus caminhos, cientes dos riscos que correm.

Apesar de muitos jovens terem um conhecimento técnico considerável, eles continuam “frágeis” sob um ponto de vista emocional. É precisamente por esta razão que necessitam de orientação educacional de alguém que lhes seja próximo.

Os pais desempenham um importante papel ao encorajarem os seus filhos a ganhar independência e sentido de responsabilidade e ao ajudá-los a lidar com questões emocionais e a desenvolverem os seus próprios valores e faculdades críticas. Com as novas tecnologias a assumirem um papel cada vez mais saliente nas nossas vidas e dos nossos filhos, as famílias juntamente com as escolas e outros atores educacionais, não se podem esquivar a desempenhar uma função educacional essencial.

COMO PROMOVER UM SENTIDO DE RESPONSABILIDADE E UM SENTIDO CRÍTICO

O conhecimento técnico é fundamental para compreender o potencial e as implicações da variedade de ferramentas dos novos meios de comunicação disponíveis. A internet, os telemóveis e os jogos de vídeo colocam-nos dentro de um sistema de relacionamentos onde o seu uso responsável necessita de uma habilidade que lhe permita gerir as relações criadas bem como reconhecer e gerir os nossos próprios sentimentos.

Por esta razão, o uso seguro destas ferramentas também depende dos valores e das emoções dos seus utilizadores.

Por exemplo, ter consciência de quando se está a desenvolver uma paixoneta por alguém que conheceu online ou sentir-se ofendido pelo comportamento onlinede um amigo ou pouco à-vontade com algumas imagens ou informações, são aspetos necessários ao uso seguro de telemóveis internet e videojogos.

Até que os seus filhos sejam capazes de fazer tudo isto por si próprios, terão que ser educados em três áreas-chave:

• Ajude o seu filho a reconhecer e expressar os seus sentimentos para que em cada fase do seu desenvolvimento possa sentir-se compreendido e aceite, mesmo quando experiencia sentimentos antissociais como raiva, inveja ou ciúme. Isto vai permitir-lhe ter uma melhor compreensão daquilo pelo qual ele e os outros estão a passar e assim gerir melhor os contactos com pessoas que conhecem online e rejeitar tentativas de sedução.

• Ajude os seus filhos a lidar com a sexualidade de forma apropriada às suas idades.

Esta orientação vai ajudá-los a evitar fomentar a sedução através de: carregamento de fotos comprometedoras, ou ter conversas sobre assuntos íntimos com a primeira pessoa que conhecem online. Desde muito cedo, pode ajudar oferecendo respostas adequadas para satisfazer a curiosidade natural sobre sexualidade, sobre o seu corpo e sobre o tipo de comportamentos que veem à sua volta. Quando atingem a adolescência, os pais devem aceitar o interesse sexual dos seus filhos por outros da sua idade e respeitar a sua privacidade, embora mantendo-se vigilantes e protetores onde for necessário.

• Ajude os seus filhos a traduzirem as suas necessidades em direitos que devem ser respeitados dentro de um sistema de coexistência baseado em valores universais e códigos comuns de comportamento. Recorde que tais valores e códigos de comportamento implicam responsabilidades da sua parte. Um bom começo seria envolvê-los nas escolhas que os afetam em todas as esferas das suas vidas.

 

Internet segura .pt

É um sítio na internet que tem como objetivo promover uma utilização esclarecida, crítica e segura da Internet junto dos estudantes do ensino básico e secundário bem como das despectivas famílias. Para tal, são colocados à disposição de todos os portugueses instrumentos para proteção e minimização dos efeitos de conteúdos ilegais e lesivos, promovendo a tomada de consciência da sociedade em relação aos riscos associados à utilização da internet.

O Seguranet foi criado em 2004 pelo Ministério da Educação, no seguimento do programa SaferInternet, lançado em 1999 pela Comissão Europeia.

Passe por lá em www.internetsegura.pte já sabe:

Ligue-se… mas com respeitinho!

Teresa Gomes
 

Calendário de Atividades

julho 2019
Sb D
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31

Próximas Atividades

Sem eventos

Plano Anual de Atividades

Revista "Sacola"

1º período (dez. 2018)

2º período (março 2019)

3º período (junho 2019)

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BilerChildrenLeg og SpilAutobranchen