Cuidar a Casa Comum: Assim Nasce Uma Horta!

Cuidar a Casa Comum:

Assim Nasce Uma Horta!

Durante o 1º período, as turmas do 5ºC e 5ºD desenvolveram o seu projeto comum, que se relacionou com a alimentação saudável e a reciclagem dos resíduos que se produzem na nossa escola. Tinha como objetivos: melhorar a nossa saúde e o ambiente que nos rodeia, contribuindo para uma escola e um planeta mais limpos.
A partir do tema da alimentação, surgiu a ideia de, no 2º período, criarmos uma horta onde produziríamos legumes, frutos e outras plantas comestíveis e aprenderíamos a cultivá-los. A isto chamamos: “Horta Pedagógica”. Sigam-nos no nosso blogue

Tudo começou pela escolha do terreno: decidimos dar uma nova utilidade a um canteiro da nossa escola, que estava abandonado e que tinha apenas o tronco seco de uma palmeira.

Depois de os serviços da Câmara Municipal terem retirado o referido tronco, foi a nossa vez de pôr mãos à obra, ou melhor, à terra. Limpámos o terreno dos restos da palmeira, retirando cascas, pedras e outros detritos. Entretanto, a autarquia forneceu-nos terra nova para preencher o canteiro.

Após termos espalhado a terra, alisando-a e nivelando-a para receber os seus habitantes especiais, fizemos a primeira plantação: uma tangerineira, da variedade “Clementina” (oferta do pai de uma colega), estreou a nossa horta triangular.

De seguida, preparámos tudo para a plantação das batatas, cortando-as cuidadosamente para não danificar os grelos que irão dar origem a novas plantas, fazendo os regos e colocando o estrume para revigorar a terra. Depois do nosso mini-batatal, plantámos: alfaces, batata doce, couves, cebolo, pimenteiros, tomateiros e morangueiros. Ainda semeámos feijão. A maior parte destas plantas e sementes trouxemos de nossas casas, outras comprámos.

Quem vier à nossa horta tem de ter cuidado com a sebe que fizemos em redor, aproveitando pequenas estacas. Das batatas, ainda não há vestígios, apenas se veem os socalcos deixados pelos regos; no canteiro das alfaces, saltam à vista as folhinhas verdes, em covinhas formadas pela água da rega; o cebolo, as couves, os morangueiros e as restantes plantas deixam esvoaçar os seus cabelos ao sabor do vento e abrem os bracinhos ao sol!

Sentimo-nos muito orgulhosos pelo trabalho que realizámos até ao momento. Um espaço que estava abandonado tem agora nova vida. Temos aprendido muito sobre o cultivo da terra, com a ajuda dos nossos professores.

Estamos ansiosos por provar os alimentos deliciosos, que da terra irão brotar!

 

Texto coletivo do 5ºC

Próximas Atividades

Sem eventos

Plano Anual de Atividades

Revista "Sacola"

1º período (dez. 2018)

2º período (março 2019)

3º período (junho 2019)

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BilerChildrenLeg og SpilAutobranchen