DIA DOS NAMORADOS 14 de fev 2019

DIA DOS NAMORADOS

No dia 14 de fevereiro festeja-se o Dia dos Namorados, uma data especial em que se comemora a união amorosa entre pessoas.
Neste período de celebração dos afetos é também importante alertar para a necessidade de manter relações saudáveis e não abusivas entre namorados, uma vez que o problema da violência no namoro é grave, quer entre os mais novos quer na idade adulta!
Apesar de ser um crime previsto e punido no Código Penal, é muito frequente entre os jovens portugueses. Porém o número de queixas apresentado pelas vítimas às autoridades é muito reduzido, não só porque os jovens não reconhecem sequer alguns dos comportamentos como abusivos, considerando-os aceitáveis num relacionamento íntimo, mas também porque as vítimas não os denunciam por medo de represálias feitas pelos agressores, quer contra as vítimas quer contra as pessoas que lhes são próximas.

Segundo um estudo realizado em Portugal, pela UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta, apresentado em 2018, num universo de 3163 jovens (com a média de idades de 15 anos), 56% foram vítimas de violência por parte do(a) companheiro(a), sendo que:

- 18%foram casos de violência psicológica (ex.: insultar durante uma discussão, ameaçar, humilhar e rebaixar);

- 16%de perseguições, durante ou após um relacionamento íntimo;

- 12%de violência através das redes sociais (ex.: partilha sem autorização de conteúdos íntimos através de fotos ou mensagens; abuso verbal online);

- 11% de situações de controlo (ex.: proibir sair sem o(a) companheiro(a), de estar a falar com um(a) amigo(a) ou colega; obrigar ou proibir vestir uma determinada peça de roupa ou obrigar a fazer algo que não se quer);

- 7% de violência sexual (ex.: relações de intimidade sob a forma de coação ou de abuso/violação);

- 6% de violência física, isto é, agressão corporal que pode ou não deixar marcas (ex.: empurrar; esbofetear).

Dado este elevado (e preocupante!) número de casos de violência no namoro, concluiu-se ser urgente e prioritário prevenir comportamentos abusivos entre os jovens, desenvolver competências para gerir uma situação de violência pelo(a) companheiro(a), identificar e produzir mudanças nas crenças socioculturais que sustentam esse tipo de violência, assim como informar acerca dos recursos na comunidade.

Neste sentido, na página eletrónica da APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (http://apavparajovens.pt/pt/go/relacoes-saudaveis-e-nao-saudaveis) encontram-se ferramentas que permitem avaliar a “saúde” da relação de namoro e o bem-estar que proporciona a cada um.

Assim, é importante incentivar os jovens para, no caso de reconhecerem algum problema na relação com o(a) namorado(a):

- falarem com um adulto da sua confiança sobre o que se está a passar(ex.: pais, a psicóloga dos SPO, um(a) professor(a)), pois só o poderão apoiar e proteger se souberem o que está a acontecer;

- contactarem linhas de apoio onde vão encontrar técnicos especializados que os poderão ajudar a lidar com a situação e resolver o problema, de forma gratuita e confidencial, nomeadamente a Linha de Apoio à Vítima: 116006 (dias úteis 09h-21h) ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

 

Pelo exposto, e considerando também os recentes, trágicos e numerosos casos de Violência Doméstica registados em Portugal, TODOS temos o dever de informar, contribuir para a melhoria dos afetos e reportar abusos nas relações interpessoais.

 

Ver vídeo

 

                 SPO/EPS

Calendário de Atividades

fevereiro 2019
Sb D
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28

Próximas Atividades

Sem eventos

Plano Anual de Atividades

Testes Comuns

Revista "Sacola"

1º período (dez. 2018)

 

 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
BilerChildrenLeg og SpilAutobranchen